Consultoria em tecnologia da informação: vantagens e como abrir esse tipo de empresa

consultoria-em-tecnologia-da-informacao

A área de tecnologia da informação está em alta – há muita demanda para esse tipo de serviço e pouca mão de obra especializada. Segundo um levantamento do Google, o Brasil terá um déficit de mais de 500 mil profissionais de TI até 2025.

Isso quer dizer que, se você é da área, esse é o momento ideal para investir no seu próprio negócio e se consolidar no mercado.

Uma das opções para empreender no TI é montar uma consultoria em tecnologia da informação e aqui neste conteúdo você vai descobrir como fazer isso. Vamos mostrar como abrir a empresa, quais são os benefícios do negócio e falar sobre as atividades que podem ser realizadas por esse tipo de CNPJ.

Acompanhe!

  1. O que é uma consultoria em tecnologia da informação?
  2. Por que você deveria investir em uma consultoria em tecnologia da informação?
  3. Consultoria em tecnologia da informação pode ser MEI?
  4. Como abrir uma empresa de consultoria em tecnologia da informação?

O que é uma consultoria em tecnologia da informação?

A consultoria em tecnologia da informação é uma empresa que presta o serviço de avaliação das práticas tecnológicas em outros negócios e os ajuda a implementar as melhorias necessárias.

A ideia principal não é fazer o trabalho pelo cliente, mas orientá-lo sobre as melhores práticas e como implementá-las na rotina de trabalho.

Quais são as principais funções desse tipo de empresa?

Você sabia que as atividades que uma determinada empresa pode realizar são definidas pela legislação?

Funciona assim: quando você abre uma empresa, precisa dizer às autoridades por meio da escolha do CNAE quais são as atividades que aquele negócio vai realizar. É a partir dessa informação que o governo decide como a empresa será tributada.

CNAE é a sigla para Classificação Nacional de Atividades Econômicas, um código de 7 dígitos que indica justamente quais atividades uma empresa pode realizar.

O CNAE para consultoria em tecnologia da informação é 6204-0/00. De acordo com a lei, empresas com esse CNAE podem exercer as seguintes atividades:

  • análise para determinação das necessidades do cliente ou do mercado potencial e a especificação técnica do sistema quanto à definição das funcionalidades e campo de aplicação;
  • serviços de assessoria para auxiliar o usuário na definição de um sistema quanto aos tipos e configurações de equipamentos de informática (hardware), assim como os programas de computador (software) correspondentes e suas aplicações, redes e comunicação, etc;
  • acompanhamento, gerência e fiscalização de projetos de informática, ou seja, a coordenação de atividades envolvidas na definição, implantação e operacionalização de projetos destinados à informatização de um determinado segmento;
  • consultoria para integração de sistemas e soluções, ou seja, atividades de estruturação e operacionalização de uma solução final funcional, a partir da união de diferentes sistemas, mantendo suas características essenciais;
  • atividades de atualização de websites, isto é, atividades de inserção e retirada de informações, atualização de arquivos, banco de dados, inserção de banners e links, etc;
  • serviços de customização de programas de computador customizáveis, ou seja, atividades que consistem em adaptar as necessidades do usuário às telas, terminologias, tabelas e a outras características inerentes ao sistema.

E quais atividades a consultoria em TI não pode realizar?

Ainda de acordo com a lei, as empresas com esse CNAE não podem:

  • oferecer assessoria em informática associada à venda de computadores e periféricos;
  • desenvolver programas de computador sob encomenda.

Nesses casos, os CNAEs a serem escolhidos são 4751-2/01 e 4651-6/01 para venda de produtos e 6201-5/00 para desenvolvimento de programas.

É importante deixar claro que cada empresa pode ter mais de um CNAE – e cada um pode ser tributado de forma diferente, a depender das atividades exercidas.

Saiba mais sobre outras obrigações na hora de abrir seu negócio e fique por dentro das principais tendências do ramo da contabilidade. Inscreva-se em nossa newsletter no formulário abaixo:

Por que você deveria investir em uma consultoria em tecnologia da informação?

A grande vantagem de investir em uma consultoria de TI é o crescimento da demanda por esse tipo de serviço. Cada vez mais as empresas vêm automatizando, padronizando processos e se modernizando e, para que isso seja feito de forma correta e organizada, muitas vezes é necessário contar com a consultoria de especialistas. 

Além disso, a consultoria em tecnologia da informação pode ter diversos tipos de empresa como clientes – tanto as grandes como as pequenas. Afinal, todo negócio atual precisa de soluções tecnológicas para ser produtivo e oferecer um bom serviço aos seus clientes.

Consultoria em tecnologia da informação pode ser MEI?

Infelizmente, empresas de consultoria em tecnologia da informação não podem ser MEI.

O MEI, se você não sabe, é o Microempreendedor Individual – um modelo simplificado de empresa que oferece muitas vantagens para autônomos e pequenos empreendedores, como menos burocracia e carga tributária mais baixa.

Mas, para ser MEI, é preciso prestar serviços de natureza comum, que são aqueles que não precisam de formação específica. O que não é o caso do trabalho com tecnologia!

Por isso, se você quer abrir uma consultoria em tecnologia da informação, precisará escolher outra natureza jurídica para o seu negócio.

Como abrir uma empresa de consultoria em tecnologia da informação?

Agora que você já sabe por que abrir uma consultoria em tecnologia da informação e quais atividades esse tipo de empresa pode realizar, é hora de conferir o passo a passo de como abrir o seu negócio!

Tenha um plano de negócios

O plano de negócios define toda a estrutura da nova empresa, como local, equipamentos, funcionários, atividades, finanças, estratégias, entre outras coisas. 

Isso é fundamental para que você possa analisar a viabilidade da empresa e se planejar para os primeiros momentos.

Defina a natureza jurídica

Já que a consultoria em tecnologia da informação não pode ser MEI, será preciso escolher outra natureza jurídica. Essas são as principais opções:

  • Sociedade Limitada Unipessoal (SLU): ideal para quem empreende sozinho;
  • Sociedade Limitada (SA): o tipo de empresa mais aberto por quem tem sócios

Escolha o regime tributário

Existem três regimes tributários que podem ser usados por empresas de consultoria em TI. O mais indicado para as que faturam até R$ 4,8 milhões por ano é o Simples Nacional, que tem carga tributária menor e menos obrigações acessórias.

Mas, se o seu negócio vai faturar mais do que isso, você deve optar pelo Lucro Real ou pelo Lucro Presumido.

Abrir o CNPJ

Depois dessas definições, você deve criar o Contrato Social da empresa e formalizar a sua abertura para obter um CNPJ.

Para esse passo, você deve contar com o auxílio de um contador. Esse profissional é o mais indicado para ajudar na elaboração dos documentos e te orientar sobre todo o processo, desde a separação de documentos até a oficialização do negócio perante as autoridades.

Agilize seu processo de abertura e gestão financeira!

Nós somos a Agilize, a primeira contabilidade online do Brasil, e podemos ajudar a sua consultoria em tecnologia da informação em todas as etapas do negócio – desde a abertura da empresa até a gestão financeira, passando pela apuração de impostos e elaboração de obrigações acessórias.

Assim, você pode se dedicar à estratégia do seu novo negócio sem se preocupar com a parte burocrática. A gente cuida de tudo e você acompanha pela nossa plataforma, onde tudo é registrado de forma transparente.

Para saber como podemos ajudar, é só clicar no botão abaixo para receber uma proposta personalizada!

Veja outros conteúdos selecionados para você:

  1. Como se preparar para realizar uma abertura de empresa!
  2. Saiba como conseguir investimento para empresa!
  3. Como escolher nome de empresa: 5 dicas infalíveis!