Conheça as 9 principais vantagens de ser MEI

Se você tem um negócio próprio ou atua como autônomo e quer se formalizar, certamente já se pegou refletindo sobre as vantagens de ser MEI. Esse modelo de empresa permite a formalização de um jeito simples, barato e com pouca burocracia.

Mas quais são as outras vantagens de ser MEI? E quais são as desvantagens desse modelo de empresa? 

Se você quer as respostas para essas perguntas, é só continuar aqui neste artigo – nós vamos listar os principais prós e contras de se tornar Microempreendedor Individual e falar um pouco mais sobre o funcionamento desse tipo de empresa!

  1. Entenda como funciona o MEI
  2. Veja quais são as 8 principais vantagens de ser MEI
  3. Conheça também as desvantagens de ser MEI
  4. Afinal, vale a pena ser MEI?

Antes, entenda como funciona o MEI

MEI significa Microempreendedor Individual. Esse modelo de empresa foi criado pelo governo em 2006 com o objetivo de facilitar a formalização de trabalhadores autônomos, independentes e pequenos empreendedores.

Abrindo um MEI, você passa a ter um CNPJ, ou seja uma empresa. E, com isso, pode emitir notas fiscais, prestar serviços para outras empresas e até mesmo participar de licitações para ter empresas públicas como clientes.

De modo geral, o MEI é muito vantajoso, mas, para abrir um CNPJ nesse modelo, é preciso atender a alguns critérios:

  • ter mais de 18 anos;
  • não ser funcionário público federal;
  • não ter sócios;
  • não ser sócio de nenhuma outra empresa;
  • faturar até R$ 81 mil por ano;
  • ter apenas um funcionário;
  • exercer uma das atividades da lista de atividades permitidas pelo MEI.

Veja quais são as 8 principais vantagens de ser MEI

As vantagens de ser MEI são muitas e, além disso, são muito interessantes para quem está começando a empreender – como tributação reduzida e simplificada e alguns benefícios previdenciários.

Se animou e quer saber mais sobre isso?Confira a nossa lista com as vantagens de ser MEI!

1.Regularização da atividade autônoma

O MEI é uma forma simples de formalizar a sua atividade. Assim, você passa a emitir notas fiscais sobre os serviços que presta ou produtos que vende, o que pode ampliar as suas oportunidades.

Afinal, para que as empresas comprem algo de alguém, precisam receber notas fiscais para justificar as saídas do caixa e manter suas contas em dia com a lei. Por isso, quando você tem essa possibilidade, abre um novo leque de oportunidades. Além das pessoas físicas, também pode ter outras empresas como clientes.

Ter um CNPJ também passa mais credibilidade sobre o seu trabalho, inspirando mais confiança no público e melhorando a imagem do seu negócio.

2.Cadastro gratuito

Abrir um MEI é fácil e gratuito – diferentemente do que acontece com outros tipos de empresa. Para abrir um MEI você não precisa elaborar contratos e nem preencher muitos documentos, além de não ser necessário contar com auxílio de um contador.

Para abrir um MEI, basta acessar o Portal do Empreendedor e fazer o seu cadastro. Além de gratuito, esse processo é muito rápido e você logo terá acesso ao seu CNPJ.

3.Tributação reduzida

Essa é uma das principais vantagens de ser MEI: o baixo custo dos impostos nos outros modelos de empresa, quanto mais você fatura, mais impostos paga. Já no MEI, isso não acontece. 

O microempreendedor paga um valor fixo mensal que corresponde a todos os seus impostos, independentemente do seu faturamento. 

Esse valor varia de acordo com a atividade que a empresa executa, mas, em todos os casos, fica em torno de R$ 60, o que é muito menos do que empresas de outros modelos precisam pagar mensalmente.

4.Menos burocracia

Além de menos impostos, outra vantagem de ser MEI é a quantidade reduzida de obrigações burocráticas. No MEI, todos os impostos são pagos em uma única guia mensal, chamada de DAS-SIMEI (Documento de Arrecadação do Simples Nacional do MEI).

Assim, você não precisa se preocupar em gerenciar diversos boletos, o que também diminui as chances de esquecer de fazer um pagamento e ter problemas com a Receita Federal.

Além disso, o MEI não tem outras obrigações mensais como acontece com outras empresas, que precisam enviar demonstrações contábeis e fazer escriturações. A única declaração que o MEI deve fazer é a DASN-SIMEI, que é uma declaração anual.

conheça as 8 principais vantagens de ser mei

5.Benefícios previdenciário

Com o pagamento mensal do DAS, o microempreendedor contribui com a Previdência Social e, por isso, tem direito a uma série de benefícios:

  • aposentadoria por idade: homens podem se aposentar com 65 anos se contribuírem por 20 anos e mulheres podem se aposentar oas 62 após contribuir por 15 anos;
  • aposentadoria por invalidez: é concedido caso você sofra um acidente que impeça de realizar a sua atividade empresarial;
  • salário-maternidade: com duração média de 120 dias e concedido também em casos de adoção;
  • auxílio-doença: é concedido ao MEI com problemas de saúde que impedem a realização de sua atividade empresarial;
  • pensão por morte: a pensão passa a ser um direito da sua família caso você venha a falecer.

6.Participação em licitações

Quem é MEI também pode participar de licitações para prestar serviços ou vender produtos para empresas públicas, tendo o governo como cliente.

Essa é uma oportunidade excelente para ampliar os seus negócios, aumentar o volume de vendas e, como consequência, faturar ainda mais.

7.Melhores oportunidades para empréstimos e linhas de crédito

Outra vantagem de ser MEI é o acesso facilitado ao crédito. Assim, se você precisar fazer investimentos na sua empresa, não terá dificuldades para contratar linhas de crédito, que, inclusive, podem oferecer juros reduzidos para o microempreendedor individual.

8.Apoio técnico e suporte do Sebrae

Por fim, o apoio técnico oferecido pelo Sebrae aos microempreendedores individuais é uma grande vantagem de ser MEI. Com esse benefício, você pode aprender a negociar com clientes e fornecedores e, assim, aumentar os seus ganhos e reduzir custos.

9. O aplicativo gratuito Agilize MEI

Você conta com um aplicativo inteiramente gratuito que facilita a rotina de milhares de MEIs ao redor do Brasil, trazendo todos os dados da empresa

Nele você vai ter acesso a todos os DAS, tantos os ainda vão vencer como os que já venceram, aos seus benefícios previdenciários e pode realizar a emissão de notas fiscais de forma completamente gratuita!

Basta clicar no banner abaixo e realizar o download para o seu dispositivo:

aplicativo Agilize MEI

E quais são as desvantagens de ser MEI?

Como tudo tem um lado bom e um lado ruim, o MEI também tem algumas desvantagens, que podem fazer com que o modelo não valha a pena para a sua empresa. Para tomar a melhor decisão, é preciso conhecer esses pontos negativos e, por isso, listamos eles aqui!

1.Limite de faturamento

Para ser MEI, a empresa deve faturar, no máximo, R$ 81 mil por ano, o que corresponde a uma média de faturamento de R$ 6.750 por mês. Mas, no fim, o que conta é o faturamento anual. Ou seja, mesmo que você não fature nada ao longo de 11 meses, ainda pode faturar R$ 81 mil no último mês do ano.

Para empresas que estão começando e pequenos empreendedores, esse valor é suficiente. No entanto, para quem já está há mais tempo no mercado ou trabalha com produtos de ticket médio mais elevado, o limite pode ser um pouco baixo.

Se você for MEI e ultrapassar o limite de faturamento estabelecido, será desenquadrado e precisará mudar a natureza jurídica da sua empresa.

2.Só pode contratar um funcionário

Uma das vantagens do MEI é a possibilidade de contratar um funcionário para ajudar com as demandas da empresa. No entanto, uma desvantagem é que o MEI permite apenas uma contratação.

Além disso, esse funcionário não pode receber mais do que um salário-mínimo ou o piso da categoria.

3.Não dá para ter sócios

O nome já indica: o MEI é o microempresário individual e, por isso, não é possível ter sócios nesse modelo de empresa. Se você quiser expandir os negócios e trazer um sócio para a empresa, será necessário mudar a natureza jurídica.

4.Restrição de seguro desemprego

Se você tem MEI e trabalha como CLT em outra empresa, terá direito ao seguro-desemprego caso seja demitido, mas, para isso, será preciso cumprir com uma regra a mais do que aquelas estipuladas para os trabalhadores que não têm CNPJ.

Para receber esse benefício sendo MEI, você precisa comprovar que a sua renda mensal pelo CNPJ não é suficiente para a manutenção da família – ou seja, ela deve ser igual ou menor que um salário-mínimo.

5.Impossibilidade de abrir filiais

Outra desvantagem de ser MEI é a impossibilidade de abrir filiais. A empresa que é MEI deve ter apenas uma sede e, se chegar o momento de expandir o negócio por meio da abertura de novos pontos, será preciso alterar a natureza jurídica da empresa.

Afinal, vale a pena ser MEI?

Com tantas vantagens e desvantagens, o melhor a fazer é analisar todos esses pontos antes de decidir abrir ou não o seu MEI. Não há somente um caminho certo, afinal, cada empresa tem as suas particularidades e modelo de negócio.

A nossa dica é que você comece descobrindo se você se encaixa em todos os requisitos para ser MEI — que, na verdade, não são poucos e, além disso, esse modelo de empresa exclui as atividades intelectuais, que são aquelas que exigem formação específica do profissional.

Se você cumpre com todos os requisitos, é hora de analisar as demais vantagens de ser MEI e as desvantagens. Normalmente, as vantagens da pouca burocracia e da baixa carga tributária compensam as desvantagens, que são poucas.

Por isso, se você se enquadra no MEI, o nosso conselho é que escolha esse modelo, nem que seja temporariamente. Com a economia que você faz sendo MEI, pode juntar dinheiro para investir no próprio negócio mais para a frente, quando chegar o momento de se desenquadrar e abrir outro tipo de CNPJ.

O MEI, como falamos, é um excelente modelo para quem está começando no mercado. Com ele, além de pagar menos, você tem menos obrigações fiscais e contábeis e sobra mais tempo para se dedicar ao crescimento da empresa.

Enquanto for MEI, você também poderá ir se ambientando ao mercado, conhecendo fornecedores e clientes e entendendo o funcionamento de uma empresa em todos os seus aspectos. Dessa forma, terá muito mais experiência quando chegar a hora de partir para uma empresa maior.

Para quem vende produtos e serviços com um ticket menor, o MEI também é muito vantajoso, pois permite que o empreendedor economize nos seus impostos e tenha benefícios aos quais não teria direito sem a formalização.

Conheça a Agilize!

Nós somos a Agilize, a primeira empresa de contabilidade online do Brasil. Desde os nossos primeiros passos, em 2013, andamos lado a lado com o empreendedor, descomplicando a contabilidade para que ele foque no que realmente importa, que é o crescimento da empresa.

Temos um time completo e muito competente de contadores, que estão sempre disponíveis para tirar todas as dúvidas dos nossos clientes e ajudar em qualquer demanda. Nós cuidamos do seu negócio junto com você em todas as etapas — desde a abertura do MEI até a sua transformação em ME, sem deixar de lado o cumprimento de todas as obrigações fiscais e tributárias.

Assim, você não deixa de pagar e nem entregar nada às autoridades, e garante que seu negócio esteja sempre funcionando conforme a lei.

Pela nossa plataforma, você acompanha tudo o que acontece na contabilidade da sua empresa. É por lá que nossos especialistas registram tudo, sempre com muita transparência e sem palavras difíceis, porque a gente sabe que você não precisa ser um expert em contabilidade para mandar bem nos negócios!

Solicite um orçamento e receba uma proposta personalizada para a sua empresa!