Contabilidade para freelancer: qual a importância?

contabilidade-para-freelancer

Você é freelancer? Então vem aqui com a gente porque neste artigo nós vamos falar sobre um tema muito importante para a sua organização enquanto profissional: a contabilidade para freelancer.

Para ter sucesso como freelancer, é preciso muito mais do que oferecer um serviço de qualidade. Você precisa cuidar também da gestão do seu negócio, e isso inclui o cuidado com o atendimento ao cliente, finanças, contabilidade, entre outras coisas.

Aqui neste artigo, a gente vai falar sobre a nossa especialidade, que é a contabilidade. Você vai entender como se organizar para formalizar o seu negócio e cumprir todas as obrigações fiscais e contábeis para não ter nenhum problema com as autoridades e ainda mostrar para os seus clientes que você trabalha sério.

Vamos lá?

  1. Freelancer: vale a pena abrir empresa?
  2. Freelancer pode ser MEI?
  3. Quais tipos de empresa um freelancer pode ser?
  4. Como abrir empresa freelancer?
  5. Quais são as principais obrigações fiscais e contábeis?
  6. Por que contar com uma contabilidade para freelancer?

Freelancer: vale a pena abrir empresa?

Essa é uma dúvida muito comum entre quem é freelancer, especialmente entre aqueles que estão começando. Você já sabe que emitir nota fiscal para os serviços que presta é obrigatório, não é? Quem não emite esse documento comete crime de sonegação fiscal e pode sofrer penalidades.

E existem duas formas de emitir nota: como autônomo e como empresa. O freela que emite nota como autônomo paga impostos sobre essa receita como pessoa física, ou seja, o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Por outro lado, o freelancer que formaliza o seu negócio e emite nota como empresa paga imposto como empresa. A diferença está nas alíquotas. Enquanto a do IRPF pode chegar a 27,5%, as alíquotas que incidem sobre empresas são muito menores, começando em torno de 6%. 

Isso quer dizer que se formalizar é uma forma de economizar no pagamento de impostos!

Além disso, tendo um CNPJ, você passa muito mais credibilidade e seriedade sobre o seu trabalho para os clientes. A formalização também pode abrir novas portas, já que muitas empresas só fazem negócios com prestadores de serviços que têm CNPJ.

E agora que você já sabe que vale a pena abrir empresa, vamos passar para a parte mais prática da contabilidade para freelancer?

Antes de continuar, já se inscreve em nossa newsletter e receba as principais informações sobre o mercado empreendedor.

Freelancer pode ser MEI?

Sim, freelancer pode ser MEI — mas nem todos. Isso vai depender do tipo de atividade profissional que você exerce. 

O MEI, ou Microempreendedor Individual, é um modelo simplificado de empresa, que oferece diversos benefícios para trabalhadores independentes, como a baixa carga tributária e pouca burocracia. Mas para ser MEI é preciso se encaixar em alguns critérios:

  • Ter mais de 18 anos;
  • Não ser funcionário público federal;
  • Não ter sócios;
  • Não ser sócio de nenhuma outra empresa;
  • Faturar até R$ 81 mil por ano;
  • Ter apenas um funcionário;
  • Exercer uma atividade de natureza comum.

O serviço de natureza comum é aquele que não exige formação específica. Por isso, profissionais como jornalistas, publicitários, arquitetos, psicólogos, entre outros, não podem ser MEI.

Por outro lado, se você trabalha, por exemplo, com fotografia ou edição de vídeos, pode ser MEI.

Para ajudar você a entender se pode ou não se formalizar como MEI (o que é muito vantajoso), o governo criou uma lista com todas as atividades que se encaixam nessa categoria.

contabilidade-para-freelancer

Quais tipos de empresa um freelancer pode abrir?

Se você é freelancer e não pode ser MEI, existem outras possibilidades de formalização: a EI e a SLU.

A EI, ou Empresário Individual, é uma natureza jurídica voltada para empreendedores individuais. A sua principal característica é que ela atua sem a separação de bens do CPF e do CNPJ do empresário, assim como acontece com o MEI.

Sendo assim, em casos de dívidas da empresa, o freelancer pode responder com os seus bens pessoais. O que não acontece com a SLU, ou Sociedade Limitada Unipessoal, onde o empresário tem responsabilidade limitada. Isso quer dizer que os bens do CPF são separados daqueles do CNPJ — o que é seu, é seu; e o que é da empresa, é da empresa.

Por isso, abrir uma SLU é uma opção mais vantajosa para quem quer abrir empresa sendo freelancer!

Como abrir uma empresa sendo freelancer?

Se você pode ser MEI, o processo de abertura de empresa é muito simples: basta acessar o Portal do Empreendedor, selecionar a opção “Formalize-se” e seguir o passo a passo. obter o seu CNPJ dessa forma é rápido, gratuito e você mesmo consegue tomar todas as providências (mas se precisar de ajuda, pode contar conosco).

Para abrir uma EI ou SLU, você vai precisar de um contador, por isso a importância da contabilidade para freelancer. Isso porque os trâmites para abertura desse tipo de empresa são mais complexos e exigem uma documentação que precisa estar assinada por um profissional para ter validade. 

Você também vai precisar do apoio desse profissional para cumprir todas as suas obrigações fiscais e contábeis, então o primeiro passo para se formalizar é procurar uma contabilidade que tenha experiência em atender freelancers, como é o caso da Agilize.

Quais são as principais obrigações fiscais e contábeis?

As principais obrigações inclusas numa contabilidade para freelancer dependem do seu tipo de empresa.

Obrigações do MEI

Como o MEI é um modelo simplificado, as obrigações são poucas: emitir notas fiscais sempre que prestar serviços para pessoas jurídicas, pagar impostos mensalmente e emitir a Declaração Anual do MEI todos os anos.

No MEI, o valor dos impostos é fixo e fica em torno de R$ 70.

Obrigações da EI e da SLU

Nos demais tipos de empresa, as obrigações dependem também do regime tributário escolhido pelo freelancer no momento da abertura. Como o Simples Nacional costuma ser o regime mais vantajoso e, por isso,o mais comum, vamos mostrar aqui as principais obrigações para quem está enquadrado nele:

  • Emissão de notas fiscais a cada serviço prestado; 
  • Pagamento mensal dos impostos, que são proporcionais ao faturamento;
  • Escrituração fiscal;
  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais – DEFIS;
  • Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte – DIRF;
  • Relação Anual de Informações Sociais –  RAIS;
  • entre outras.

Como você viu, as obrigações de quem não é MEI são mais extensas e complexas e, por isso, é muito importante que você conte com o apoio de um especialista em contabilidade para freelancers.

Por que contar com uma contabilidade para freelancer?

Quem não é MEI, precisa obrigatoriamente ter um contador responsável pela empresa para emitir todas as declarações obrigatórias e fazer a apuração correta de impostos. Isso garante que a sua empresa esteja sempre funcionando conforme a lei e que você não tenha que pagar multas e nem receber outras penalidades das autoridades.

Mas você sabia que o trabalho do contador pode ir além do cumprimento de obrigações? Esse profissional pode ajudar você a fazer escolhas mais inteligentes na hora de se formalizar, ajudando a economizar no pagamento de impostos sem deixar de cumprir nenhuma norma.

Além disso, a contabilidade para freelancer também pode fornecer dados valiosos para a tomada de decisão sobre o negócio, ajudando você a crescer estrategicamente e a ter mais controle sobre as suas finanças.

Para quem é MEI, a contabilidade também pode ser vantajosa. Apesar de não ser essencial para o pagamento de impostos e envio de declarações, a contabilidade pode ajudar o freelancer que é MEI a controlar melhor as suas finanças e suas obrigações e cuidar de toda a parte burocrática para que ele possa se dedicar somente à execução do seu trabalho.

Conte com a Agilize!

Nós somos pioneiros em contabilidade online e estamos ao lado do freelancer a todo momento, desde a abertura do CNPJ até o cumprimento de todas as obrigações. Temos um time experiente nesse tipo de negócio, com especialistas que estão sempre disponíveis para tirar todas as suas dúvidas de contabilidade para freelancer — tudo isso com um preço que cabe no seu orçamento!

E você acompanha tudo o que acontece com a sua conta para freelancer pela nossa plataforma, que pode ser acessada de qualquer dispositivo com acesso a internet e é super fácil de mexer.

Quer receber uma proposta personalizada? É só clicar e preencher o formulário abaixo!

Veja outros conteúdos selecionados para você!

  1. Contabilidade para influenciadores digitais: qual a importância e como funciona?
  2. 7 motivos para ter um contador ajudando a sua empresa
  3. Agilize é RA1000 no Reclame Aqui
';