Como escolher nome de empresa: dicas para escolher um nome de sucesso!

Como escolher nome de empresa é uma das principais dúvidas de quem está começando um negócio. É ele que vai chamar atenção do público, Por isso, precisa ser atrativo. Também é indicado que ele ajude as pessoas a identificarem do que se trata a empresa.

Outro ponto que preocupa alguns empreendedores é que não é permitido que existam empresas do mesmo segmento com nomes repetidos. Antes de bater o martelo no nome da empresa, então, é preciso fazer uma consulta para ver se o escolhido não já está sendo usado.

Neste post, você vai conferir regras e dicas de como dar nome a uma empresa, além de entender quais são os próximos passos para a abertura do CNPJ depois dessa definição. Boa leitura!

  1. Qual a importância de ter um nome bom para a sua empresa?
  2. Qual a diferença entre Razão Social e Nome Fantasia?
  3. Como criar um nome de empresa que se destaque?
  4. Como se diferenciar dos seus concorrentes
  5. Como fazer um brainstorming para ter nomes mais criativos?
  6. As melhores dicas de como escolher nome de empresa
  7. Quais cuidados devo ter antes de escolher o nome?
  8. Gerador de nomes vale mesmo a pena?
  9. Já tenho o nome liberado! Quais são os próximos passos?
  10. Conheça a Agilize!

Qual a importância de ter um nome bom para a sua empresa?

O nome da empresa, assim como acontece com as pessoas, serve para diferenciá-la das outras. Mas, no caso de um negócio, o nome tem ainda algumas outras funções, como a de atrair clientes, criar um posicionamento e desenvolver o reconhecimento da marca. 

Ele também ajuda o público a identificar e individualizar a empresa. Ou seja, a escolha do nome é fundamental para uma estratégia de branding!

Já deu para entender que o nome é importante para o marketing e para a criação de uma conexão com público, não é?

Além disso, o nome é importante porque, sem ele, não é possível registrar uma empresa nova – assim como não é possível registrar uma criança quando ela nasce! Em alguns casos, como nas empresas individuais, elas devem ter o nome do seu sócio. Mas quando isso não acontece, é preciso indicar um Nome Fantasia. Continue lendo para conferir as nossas dicas para essa escolha!

Qual a diferença entre Nome Fantasia e Razão Social?

Essa é uma dúvida comum de pessoas que querem saber como escolher nome de empresa. Os dois, na verdade, são usados para identificar a empresa, mas a Razão Social, ou Nome Comercial, é o nome de registro.

a Razão Social consta em documentos legais, contratos e escrituras, além de representar o seu negócio na Junta Comercial e outros órgãos. A Razão Social de uma empresa deve ser única, por isso, é importante consultar a sua disponibilidade antes de escolher.

O Nome Fantasia, também chamado de Nome de Fachada ou Marca Empresarial, é o nome popular, que será usado nas estratégias de branding e marketing. 

Esse nome não pode ser igual à Razão Social e o seu registro deve ser feito junto ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). O órgão dá o direito de uso do nome para quem fizer o registro primeiro. Portanto, depois de escolher o nome, não deixe de registrá-lo! Caso contrário, você pode perder o direito de utilizá-lo se outra pessoa fizer o registro, mesmo que você já o utilize há mais tempo.

Para ajudar você a diferenciar Razão Social e Nome Fantasia, que tal um exemplo? Um pet shop comercialmente chamado de Cantinho dos Animais pode ter a Razão Social Silva Produtos Agropecuários.

Como criar um nome de empresa que se destaque?

Existem algumas coisas que devem ser observadas na hora de criar um bom nome de empresa. Um deles é a facilidade de entendimento e pronúncia. Empresas com nome difícil trazem mais dificuldade para que os consumidores aprendam e estejam com ele na ponta da língua, prontos para indicar para outras pessoas.

Além disso, também é importante que a grafia não seja complicada, pelos mesmos motivos.

Outro cuidado importante para se tomar é que o nome não seja muito semelhante ao de algum concorrente, para não confundir as pessoas. Já pensou se alguém entra na loja concorrente quando, na verdade, tinha a intenção de entrar na sua?

Portanto, para escolher um nome de empresa que se destaque, é importante considerar:

  • quem é o público-alvo;
  • com quais palavras esse público se identifica;
  • o segmento da empresa;
  • os produtos e serviços oferecidos.

Como se diferenciar dos seus concorrentes?

Existem mais de 19 milhões de empresas no Brasil e escolher um nome que chame atenção é uma forma de se diferenciar em meio a tantas outras, principalmente aquelas do mesmo ramo. Por isso, na hora de saber como escolher nome de empresa, é importante usar estratégias de diferenciação.

A melhor opção aqui é lançar mão da criatividade. Já pensou em criar uma palavra nova para batizar o seu negócio? Essa foi a estratégia escolhida pelo Google e pela Coca-Cola. Ambas escolheram nomes que ainda não existiam e tiveram bastante sucesso em seus mercados!

Para deixar a criatividade rolar solta, a nossa dica é reunir toda a equipe e fazer um brainstorming!

Como fazer um brainstorming para ter nomes mais criativos?

Brainstorming significa tempestade de ideias. Ou seja, é o momento em que todas as pessoas reunidas falam tudo o que têm em mente sobre um determinado assunto. Dali sai uma seleção com as melhores ideias que, depois, serão analisadas cuidadosamente até que uma delas seja eleita.

Para uma sessão de brainstorming produtiva, siga esses passos!

Explique o conceito do negócio

Para que toda a equipe tenha ideias que se relacionem com o negócio, é importante que saibam do que se trata a nova empresa. Por isso, antes de começar o seu brainstorming, apresente para todos:

  • os produtos e serviços oferecidos;
  • o perfil do público-alvo;
  • a missão, visão e valores da empresa;
  • os diferenciais do novo negócio;
  • posicionamento de mercado e 
  • nomes dos concorrentes.

Registre todas as ideias

Em um brainstorming, nenhuma ideia é considerada ruim. Todas são válidas e, por isso, precisam ser anotadas. Mesmo que uma sugestão não tenha a menor chance de vir a se tornar o nome da empresa, ela pode inspirar alguém a pensar em algo diferente.

Selecione as melhores

Agora sim, é hora de filtrar as ideias. Selecione aquelas que mais gostou e que se enquadram nos critérios que já citamos aqui no texto, como fácil pronúncia, escrita e capacidade de identificação do público.

Analise as opções

Para identificar as melhores possibilidades de nomes, responda às seguintes perguntas sobre cada uma das opções:

  • Está disponível?
  • É fácil de escrever e de pronunciar?
  • Ajuda o público a identificar do que se trata a empresa?
  • Pode ter dupla interpretação?
  • Significa coisas estranhas em outras línguas?
  • Cria identificação com o público?
  • Diferencia a empresa dos concorrentes?

Dica extra: não precisa fazer tudo de uma vez

O processo criativo não deve ser apressado. Por isso, não se cobre a definição imediata do nome ideal para a sua empresa. Você pode fazer o brainstorming em um dia e deixar para selecionar as melhores ideias em outro momento, por exemplo. 

Isso ajuda você a voltar a olhar para a lista de possibilidades com outros olhos, com a mente descansada e depois de refletir sobre isso por algumas horas!

As melhores dicas de como escolher nome de empresa

Se você quer saber como escolher nome de empresa, deve estar pensando em definir algo que seja forte e chame atenção. Para ajudar, preparamos algumas dicas!

Junte informações sobre a empresa

Como já falamos, para que o nome da empresa esteja adequado à sua proposta e público, é preciso conhecer bem o negócio e o mercado. Por isso, faça pesquisas e analise dados e estratégias dos concorrentes, além do comportamento do consumidor.

Registre todas as informações encontradas e se baseie nelas para começar a ter ideias! E não deixe de compartilhar tudo isso com as outras pessoas que estão envolvidas no negócio. Afinal, quanto mais mentes trabalhando juntas, mais ideias interessantes podem surgir!

Escolha opções simples

Uma grande falha de quem quer saber como escolher nome de empresa é a convicção de que o nome precisa ser complexo para chamar atenção do público – o que não é verdade.

Nomes simples e objetivos são os mais fáceis de serem memorizados pelos consumidores e associados ao seu tipo de negócio.

Se atente à pronúncia e escrita

Já pensou em como seria ruim se os clientes não conseguissem pronunciar o nome da sua empresa? Ou se pronunciassem errado? Isso é mais comum do que se pensa, principalmente quando são escolhidas palavras estrangeiras.

A pronúncia errada, além de causar desconforto no consumidor, dificulta a formação de uma identidade da empresa no mercado.

O nome também deve ser fácil de escrever. Caso contrário, o público pode até ter dificuldade para achar a empresa em mecanismos de busca e conseguir informações de contato. E você não quer perder clientes porque eles não conseguiram lhe encontrar, não é mesmo?

Escolha um nome coerente com o negócio

É importante que o público saiba do que se trata a empresa quando ouvir o seu nome. Quer um exemplo? Imagine que você está andando na rua e vê um estabelecimento chamado Casa da Maria. 

Com esse nome, você consegue entender exatamente o que vai encontrar lá dentro. Pode ser um restaurante, um mercadinho, uma loja de artesanato, uma padaria, entre outros.

Quando o nome indica ou pelo menos dá pistas do ramo do negócio, a vida do cliente fica mais fácil, assim como a identificação da sua marca com o produto.

Pense no público-alvo

É fundamental que na hora de aprender como escolher nome de empresa você entenda a importância da relação entre o nome e o público consumidor do negócio. Nomes estrangeiros, como já falamos, pode dificultar a pronúncia e a escrita, mas, a depender do perfil do público, podem ser uma boa opção. Por isso, não deixe de estudar o seu mercado e o perfil do seu consumidor!

Procure saber que linguagem usam no dia a dia, se estão nas redes sociais, quais expressões costumam usar, a sua faixa-etária, poder aquisitivo, entre outras coisas.

nome de empresa

Quais cuidados devo ter antes de escolher o nome?

Lendo este post sobre como escolher nome de empresa, você certamente entendeu alguns cuidados que devem ser tomados antes da escolha do nome. Para ajudar a memorizar, nós vamos fazer aqui um pequeno resumo:

  • escolha um nome com fácil pronúncia e grafia;
  • garanta que não há dupla interpretação;
  • prefira nomes que ajudem o público a identificar o ramo do negócio;
  • seja criativo;
  • se certifique de que o nome está disponível para registro.

Como saber se o nome está disponível para uso?

Para saber se o nome escolhido está disponível, você deve procurar saber se ele já foi registrado no INPI ou está em processo de registro.

Para isso, entre no site do órgão! Ele permite que você faça buscas por nome, fonética, nome do proprietário ou pelos produtos e serviços.

Gerador de nomes: vale mesmo a pena?

Existe na internet uma grande quantidade de sites geradores de nomes para empresa. Algumas pessoas, quando estão sem ideias, recorrem a esse tipo de ferramenta. Normalmente, os geradores funcionam assim: você preenche um ou mais campos com informações sobre o ramo de atuação, localização e nome dos sócios e a ferramenta gera automaticamente algumas opções.

Vale a pena usar esse tipo de site na sua fase de brainstorming ou como forma de inspiração! No entanto, eles não devem ser o único fator considerado na hora de definir um nome para o negócio. 

Essas ferramentas não consideram outros pontos importantes, como o público-alvo, comportamento do consumidor, tendências e mercado. Por isso, ao considerar um nome sugerido por um gerador, não deixe de analisá-lo de acordo com os critérios que já mostramos aqui neste artigo!

Já tenho o nome liberado! Qual o próximo passo?

Depois de entender como escolher nome de empresa e ter certeza de que o escolhido está disponível para registro, você está pronto para dar os próximos passos em direção à formalização do seu negócio.

Antes ainda de dar entrada no pedido de abertura de CNPJ, você deve escolher a natureza jurídica da empresa e já começar a pensar no regime tributário adequado e mais rentável. Conte com o apoio de um contador nessa fase! Ele é o profissional mais indicado para fazer escolhas inteligentes e evitar gastos desnecessários.

Depois de definir esses pontos, é hora de colocar a mão na massa. O contador vai ajudar você a construir o Contrato Social e registrar a empresa em todos os órgãos públicos necessários.

Conheça a Agilize!

Abrir empresa não é difícil, mas é um processo cheio de regras e detalhes. Por isso, contar com o apoio de uma empresa de confiança e com muita experiência é tão importante!

Aqui na Agilize, nós temos contadores muito experientes e clientes de diversos segmentos. O nosso objetivo é ajudar você a tirar o seu negócio do papel.

Solicite um orçamento e receba uma proposta personalizada para o seu negócio! Você vai receber tudo bem explicadinho, com prazos, valores, benefícios e tudo o mais.