Como fazer uma boa gestão financeira para pequenas empresas

gestão financeira para pequenas empresas

Conhecer sobre gestão financeira para pequenas empresas é essencial para o sucesso do negócio se você está começando ou tem uma empresa de pequeno porte. Afinal, o objetivo de todo empreendimento é dar lucro e, sem esse tipo de gestão, dificilmente será possível obter esse resultado.

Alguns empresários pensam que, por gerirem o dinheiro pessoal ou da família com eficiência, têm todo o conhecimento necessário para fazer uma boa gestão das contas da empresa. Mas isso não é verdade.

A gestão financeira de empresas tem suas particularidades, que devem ser conhecidas e estudadas para que o negócio esteja sempre com as suas contas em dia e possa trazer os resultados esperados.

Neste artigo, vamos mostrar para você por que a gestão financeira da pequena empresa é tão importante e explicar alguns conceitos que você precisa conhecer para gerenciar tudo da melhor maneira possível.

Vamos lá?

  1. Entenda o que é a gestão financeira de uma empresa
  2. Saiba como a gestão financeira influencia no seu negócio
  3. Conheça os tipos de gestão financeira para pequenas empresas
  4. Descubra as vantagens de fazer uma boa gestão financeira na sua pequena empresa
  5. Veja essas dicas para facilitar a gestão financeira da empresa

Entenda o que é a gestão financeira de uma empresa

A gestão financeira é o conjunto de medidas que têm o objetivo de otimizar tudo o que se refere a dinheiro dentro de uma empresa. Isso inclui uma série de fatores, como o planejamento financeiro, o controle das movimentações, análise de resultados e tomadas de decisão.

A partir desses e de outros pontos, o gestor pode conhecer melhor o comportamento do consumidor, as especificidades do seu negócio, sazonalidades, entre outras coisas, o que permite o melhor planejamento de ações para que a empresa esteja sempre dando lucro.

Na prática, a gestão financeira serve para ajudar o gestor a tomar decisões de acordo com a real situação em que o negócio se encontra. É possível decidir, por exemplo, se é hora de cortar gastos ou investir em uma nova unidade.

Saiba como a gestão financeira influencia no seu negócio

Só de ler até aqui você já viu como a gestão financeira para pequenas empresas é importante, não é mesmo? Ela pode ajudar o gestor ou o empresário a tomar as melhores decisões para o negócio e impactar diretamente nos seus resultados.

A gestão financeira pode influenciar positiva ou negativamente a empresa em diferentes aspectos:

  • compreensão das necessidades: isso facilita a distribuição de recursos entre os setores e o desenvolvimento de ações voltadas para produtos ou serviços que trazem melhores resultados;
  • análise de resultados: com o registro constante de dados sobre as movimentações o gestor pode compreender efetivamente em que situação as finanças da empresa se encontram;
  • aumento da lucratividade: com mais conhecimento sobre o orçamento, o gestor poderá adotar medidas com o objetivo de aumentar o faturamento e o lucro.

Conheça os tipos de gestão financeira para pequenas empresas

Além das atividades básicas que devem fazer parte do trabalho de gestão financeira para pequenas empresas, existem alguns tipos de administração que são mais comuns – não só entre os pequenos negócios, mas em organizações de todos os portes.

Saiba mais sobre eles!

Fluxo de Caixa

O controle do fluxo de caixa é uma das principais ferramentas de gestão financeira, pois registra todas as movimentações financeiras nas contas da empresa.

Apesar de simples, esse registro é essencial para uma boa administração, pois serve como base para muitas outras atividades. 

O acompanhamento diário e rigoroso do fluxo de caixa traz mais conhecimento sobre a empresa, facilita a prestação de contas às autoridades e ajuda o gestor a identificar rapidamente erros e fraudes internas.

Gestão de contas a pagar e a receber

A gestão de contas a pagar e a receber também é um tipo de gestão financeira para pequenas empresas muito utilizada. As contas a pagar correspondem aos gastos que a empresa tem para que se mantenha funcionando, o que envolve os custos de produção e as despesas administrativas.

Já as contas a receber são todas as receitas que a empresa tem – não só pela venda de produtos ou serviços, mas por rendimentos ou ganhos de processos judiciais, por exemplo.

Acompanhar essa movimentação, além de ajudar no controle do fluxo de caixa, evita atrasos nos pagamentos e diminui a inadimplência, deixando as contas da empresa sempre em dia.

gestores financeiros de pequena empresa analisando as contas a pagar e a receber

Controle de capital de giro

O capital de giro é o valor que a empresa precisa ter em caixa para realizar as suas atividades em um determinado período. A depender do tipo de empresa, esse valor pode corresponder a três meses de funcionamento, seis meses ou até um ano – não existe uma regra!

Apesar de não ser considerado por todos como um tipo de gestão financeira, o capital de giro tem importância significativa e não deve ser deixado de lado por nenhum gestor, por menor que seja a operação da empresa.

É ele que vai garantir a manutenção do negócio em épocas de pouco movimento ou de crise. lembra de quantas empresas precisaram fechar as portas na pandemia no coronavírus? Muitas delas não tinham capital de giro suficiente para se manter nesse período de menor demanda!

Gestão de notas fiscais

Pois é, muita gente não sabe, mas o controle das notas fiscais também é uma forma de fazer a gestão financeira para pequenas empresas.

Como você sabe, a emissão de notas é uma obrigação de qualquer negócio que não seja MEI. Sem isso, a operação se torna ilegal e a emproesa pode ser acusada de sonegação de impostos, que é um crime tributário e pode dar cadeia.

Fazer o acompanhamento de todas as notas fiscais emitidas, sejam elas de entrada ou de saída, é uma forma de ficar de olho em todas as movimentações financeiras da empresa, além de facilitar a contabilidade.

Isso dá ao gestor uma base mais concreta para a análise de dados e tomada de decisão.

Descubra as vantagens fazer uma boa gestão financeira para pequenas empresas

Contar com um sistema de gestão financeira para pequenas empresas pode trazer diversos benefícios para a empresa. Veja quais são os principais:

  • otimiza o controle financeiro;
  • aumenta a produtividade;
  • diminui a incidência de erros;
  • evita fraudes;
  • reduz custos;
  • evita ou minimiza prejuízos;
  • ajuda o gestor a ter mais conhecimento sobre a empresa;
  • oferece dados que servem como base para a tomada de decisão;
  • permite que a gestão tenha uma visão ampla sobre a saúde financeira do negócio;
  • facilita a gestão de crises;
  • ajuda a identificação de problemas;
  • facilita a avaliação de resultados.

Veja essas dicas para facilitar a gestão financeira da empresa

Viu como a gestão financeira para pequenas empresas pode ser vantajosa? E se você ainda não sabe como colocar em prática as ações que vão levar o seu negócio a esses benefícios, não se preocupe.

Trouxemos aqui algumas dicas dadas pelos nossos especialistas e que inclusive são aplicadas aqui no dia a dia da nossa empresa, que vem crescendo desde 2013, quando começou a operar!

Não misture finanças pessoais e empresariais

Essa primeira dica parece óbvia, mas muitos empreendedores ainda fazem isso, principalmente em empresas pequenas. E esse é um dos maiores erros que você pode cometer na gestão de um negócio!

É imprescindível que a empresa tenha a sua própria conta bancária e o seu controle financeiro

O sócio administrador deve receber um pró-labore, que é uma remuneração fixa pelos serviços prestados, assim como um salário!

Nunca deixe de controlar o fluxo de caixa

Já falamos aqui sobre o fluxo de caixa e a sua importância para a gestão financeira para pequenas empresas. Ainda assim, ele costuma ser deixado de lado por empresas menores ou com pouco volume de transações.

O controle rigoroso do fluxo de caixa, no entanto, é um passo muito importante rumo à organização financeira e deve ser feito diariamente, considerando até mesmo os menores gastos ou receitas.

Essa é uma forma de entender o passado e fazer projeções para o futuro, além de manter o presente mais organizado!

Saiba precificar produtos e serviços

Nem sempre a precificação deve ser feita com base nos valores cobrados pela concorrência. É claro que esse pode ser um dos fatores a serem considerados, mas, para que a empresa consiga manter as suas contas em equilíbrio, o principal ponto aqui deve ser o custo de produção e a margem de lucro.

Não adianta cobrar R$ 100 por um produto que custou R$ 110 para ser feito, por mais que o seu concorrente cobre R$ 90. Se isso acontecer, é hora de rever os seus custos de produção, mas baixar o preço certamente vai trazer prejuízos para o negócio!

gestores financeiros de pequena empresa analisando a precificação

Tenha disciplina

Além de envolver muita técnica, a gestão financeira para pequenas empresas também exige disciplina. É isso que vai ajudar você a fazer um controle sempre detalhado e rigoroso – e você sabe que, quando se trata de dinheiro, quanto mais rigor, melhor, certo?

As atividades de gestão das finanças não devem ser feitas somente quando sobra tempo. Elas devem ser parte da rotina de trabalho e nunca podem ser deixadas de lado! 

Use indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho são parâmetros que ajudam a entender as variáveis que compõem a sua empresa. Eles são essenciais para o monitoramento de resultados, identificação de pontos fortes e fracos e para o planejamento estratégico do negócio.

Alguns exemplos de indicadores muito utilizados na gestão financeira para pequenas empresas são:

  • ROI (retorno sobre investimento);
  • ticket médio;
  • ponto de equilíbrio;
  • margem bruta;
  • margem líquida;
  • margem de contribuição.

Use a tecnologia a seu favor

Hoje em dia, existe uma grande quantidade de softwares que oferecem a possibilidade de fazer toda a gestão financeira do seu negócio de forma automatizada. Isso torna todo o trabalho mais ágil e mais seguro, que diminui significativamente as chances de erros.

E quem trabalha com gestão financeira sabe como mesmo um erro pequeno pode resultar em um grande prejuízo!

Mesmo empresas pequenas podem usufruir dos benefícios de um sistema de gestão financeira para pequenas empresas, que, além dessas vantagens que já mostramos, facilita a integração dos setores, melhora a comunicação entre as pessoas, facilita o envio de informações para a contabilidade e ainda permite que você analise dados de forma mais ágil.

Conheça a Agilize!

A Agilize é a primeira empresa de contabilidade online do Brasil, entusiasta do empreendedorismo nacional e já ajudou milhares de pequenas empresas a manter as suas contas em dia e a funcionar de acordo com a legislação.

O nosso time de especialistas cuida de tudo para que você não precise se preocupar com a operação contábil do negócio no dia a dia. Você só precisa garantir o envio dos documentos solicitados e o pagamento das guias que enviamos mensalmente.

E isso não quer dizer que você vai ficar por fora do que acontece na sua empresa. Nós desenvolvemos uma plataforma exclusiva para nossos clientes acompanharem tudo da palma da mão. Para ficar por dentro de tudo o que se passa na sua contabilidade, basta ter um computador ou um celular com acesso à internet.

E melhora! A nossa plataforma traz ainda funcionalidades que vão ajudar você a fazer toda a gestão financeira da sua pequena empresa. Assim a gente te ajuda a ter um negócio saudável e em constante melhoria!