e-book-abertura

Profissional de Saúde, você sabia que há uma forma segura, simples e rápida de abrir o seu consultório?

Além de optar pelo empreendedorismo como uma das principais formas de atuação profissional para a sua vida, aposto que você, provavelmente, deseja desfrutar de mais autonomia, liberdade e realização pessoal, não é mesmo?

Creio que, se você analisou o cenário para a abertura de consultório no Brasil, deve ter notado que, de uma forma geral, houve um crescimento considerável nesse segmento ao longo dos últimos anos.

Convenhamos: em uma perspectiva mais ampla, o preço das consultas realizadas através dos convênios só aumentou.

Assim, com o passar do tempo e com o serviço precário prestado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a necessidade da abertura de consultórios com serviços mais acessíveis se fez presente.

Por isso, se a sua opção for empreender em algo com potencial de escala (crescimento), busque informações fidedignas, que lhe possibilitem tomadas de decisão assertivas, tanto no processo de abertura da sua empresa como na sua consolidação.

Afinal, quem não sonha em abrir o seu próprio negócio de forma extremamente segura e simples?

Portanto, saiba que essas informações serão responsáveis por levar você rumo ao sucesso desejado.

Além disso, após ter acesso a todo aparato necessário para a abertura da sua empresa, e, ao desfrutar da orientação devida, você terá nas suas mãos o indispensável para deixar a sua marca no mundo.

Assim, me responda a seguinte pergunta: você não quer ser mais 1 em meio a multidão, correto?

Se a sua resposta for “sim,” fique ligado, pois a 1° Contabilidade Online do Brasil compartilhará contigo todos os pontos necessários para que você possa abrir o seu consultório de forma simples e rápida. Portanto, atente-se aos tópicos a seguir:

Profissional de Saúde: o que Definirá o Êxito da Abertura da Empresa?

Você, enquanto profissional de saúde, sabia que o plano de negócios será um dos principais responsáveis pelo êxito na abertura do seu consultório?

Caso ainda não saiba sobre a importância do plano de negócios para a abertura do seu consultório, veja os principais pontos que compõem a sua estrutura a seguir:

  • Análise de Mercado: conhecer os seus concorrentes, fornecedores e clientes será necessário para essa etapa do planejamento. Além disso, definir o seu público-alvo e compreender onde o mesmo está e como se comporta será definitivo para elaboração de uma estratégia robusta;
  • Plano de Marketing:compreender quais são as atividades que a sua empresa desenvolverá e quais são as necessidades do seu cliente será mais do que necessário. Ademais, é imprescindível saber qual o valor do seu Serviço para que, assim, possa anunciá-lo da forma devida;
  • Plano Operacional: essa etapa se refere ao “como fazer” o seu consultório. Ou seja, será nessa etapa que você descreverá localização, estrutura, instalações físicas e equipamentos. Nessa etapa, haverá também a análise da capacidade produtiva, além de avaliar quantos clientes poderão ser atendidos por mês;
  • Plano Financeiro: o principal ponto dessa etapa será a definição do quanto você investirá para a abertura do seu consultório. Assim, será necessária a análise do custo inicial, despesas, receitas, capital de giro, fluxo de caixa e de lucro;
  • Análise de Cenário e Análise Estratégica: em um primeiro momento, você deverá analisar os possíveis cenários que poderão afetar os resultados da sua empresa. Após isso, com esses possíveis cenários em mãos, o próximo passo será analisar com estratégia como proceder, caso esses cenários se apresentem. Isso minimizará seus riscos e possibilitará uma maximização dos seus resultados.

Agora, a importância da implementação do plano de negócios para a abertura do seu consultório ficou clara, né?

Por isso, atente-se ao próximo tópico!

Descubra a Categoria Ideal para o Consultório do Profissional de Saúde

Descubra a Categoria Ideal para o Consultório do Profissional de Saúde

Você já sabe qual categoria atenderá às demandas do seu consultório e lhe permitirão exercer as suas atividades enquanto profissional da saúde?

Primeiramente, preciso compartilhar uma informação interessantíssima contigo: saiba que, para abrir um consultório/clínica, você não precisa ser um profissional da área em questão.

Por isso, caso queira abrir uma empresa nesse segmento, de antemão, você precisa nomear um Diretor Técnico para o Consultório.

Dito isso, após essa curiosidade, conheça a seguir as 4 categorias onde você deverá escolher aquela que mais irá se adequar ao seu consultório:

  • Clínica Popular: baixo custo, tanto para manter quanto no atendimento. Atendimentos mais rápidos e voltados para casos clínicos. De uma forma geral, os profissionais que atuam nessa categoria são Clínicos Gerais;
  • Clínica Integrada: tal categoria conta com uma sociedade entre colegas com especialidades diferentes;
  • Clínica Diagnóstico Especializada: essa categoria é mais específica. Afinal, trata de doenças que exigem um diagnóstico especializado. Assim, há a necessidade de um maquinário próprio para identificação de algumas dessas doenças;
  • Clínicas Especializadas: nessa categoria, além do médico-atendente possuir uma especialidade, o mesmo deverá ser especialista em algo ainda mais específico, ou seja, por exemplo: cardio-cirurgião especialista em transplantes.

Você percebe o quanto a estrutura do plano de negócios será interessante para chegar à definição da categoria do seu futuro consultório?

Agora, fique atento ao próximo tópico, pois você descobrirá qual o formato jurídico e tipo de empresa é o melhor para o seu negócio!

O Melhor Tipo de Empresa para o Profissional de Saúde

Após conhecer a estrutura do seu plano de negócios, você avaliou a melhor categoria para a sua demanda, enquanto empreendedor e/ou profissional da saúde, e chegou à seguinte conclusão: qual o melhor tipo de empresa para o meu empreendimento?

São 4 os principais tipos responsáveis pelo formato da sua empresa. Assim, irei compartilhá-los com você, pois irão otimizar ainda mais o processo de abertura do seu consultório. Assim, veja-os logo abaixo:

  • Sociedade Simples Pura: também conhecida como sociedade não-empresária, constituída através da parceria de profissionais que prestam serviço. Está atrelada ao desenvolvimento de atividades de cunho intelectual. Nao corre o risco de falência, mas de insolvência. Nesse tipo a responsabilidade é ilimitada;
  • Sociedade Simples Limitada: esse caso é similar ao anterior. No entanto a responsabilidade limitada ao capital;
  • Sociedade Empresarial (Ltda): os sócios possuem responsabilidade limita, o capital social é dividido em quotas. Além disso, há a possibilidade de exclusão de um dos sócios, caso esse represente um risco à sociedade;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada: nesse caso, esse modelo é constituído por apenas 1 pessoa. O empreendedor não responde as obrigações da empresa com o seu patrimônio. Além disso, pode ter natureza simples ou empresária. Para sua constituição é necessário um capital social equivalente à 100 salário mínimos (valor vigente).

Observação: essas são apenas as principais informações de cada tipo.

Ademais, saiba que você não poderá ser Microempreendedor Individual (MEI), pois o seu tipo de atividade refere-se àquelas desenvolvidas por profissionais liberais.

Após ver os 4 tipos, já identificou aquele que se adequa melhor ao perfil do seu consultório?

Se a sua resposta for “sim,” dê o próximo passo para a abertura da sua empresa e atente-se para os regimes tributários que se adequam melhor à sua empresa.

O Regime Tributário Adequado para a Empresa do Profissional de Saúde

O Regime Tributário Adequado para a Empresa do Profissional de Saúde

Você não vê a hora de tirar o seu projeto do papel, sem perigo ou receio, e, além disso, ter a possibilidade de executar as atividades ligadas à profissão da área de saúde com uma tributação adequada para a sua empresa, certo?

Não é novidade alguma que o Brasil é um dos países que possui uma das maiores cargas tributárias do planeta, né?

Isso sem falar na burocracia que ainda gera entraves para nossos amigos empreendedores.

Por isso, é natural que você redobre a sua atenção na hora de optar pelo regime tributário que “servirá como uma luva” para o seu negócio.

Dito isso, conheça as principais características dos regimes tributários disponíveis e descubra qual o mais adequado para que você, profissional da saúde, possa abrir o seu consultório. Conheça os a seguir:

  • Simples Nacional: modelo simplificado. Ou seja, os pagamentos dos tributos são realizados em 1 única guia. Só poderão optar por esse regime as Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP). O limite do faturamento máximo anual é de R$ 4,8 Milhões. O código CNAE deve estar na lista das atividades permitidas pelo regime;
  • Lucro Presumido: nesse regime, leva-se em conta os impostos federais (IR e CSLL). Logo, há a incidência de ambos sobre o lucro. Assim, ambos os impostos mencionados usam a receita trimestral bruta (período de ocorrência da apuração) como base de cálculos para serem pagas. Saiba que a alíquota de presunção para atividades da área de saúde equivale à 32%;
  • Lucro Real: empresas que possuem receita acima de R$ 78 Milhões são obrigadas à esse regime. Ademais, empresas que realizam atividades financeiras necessitam adotar esse regime. É a contraparte do Lucro Presumido.

Após conhecer as características dos regimes tributários, conheça a estrutura para abertura do seu consultório no tópico a seguir!

Profissional de Saúde – Abra seu Consultório com Muita Facilidade

Você está preparado para abrir o seu consultório de uma vez por todas?

Se a sua resposta for “sim,” atente-se ao passo-a-passo a seguir:

  1. Elabore o Contrato Social ou Ato Constitutivo (para a EIRELI). Em seguida, registre esse documento na Junta Comercial do seu estado;
  2. Registre a empresa no órgão de classe competente. Como exemplo, para aqueles que residem em São Paulo, o CREMESP;
  3. Registre no Cartório de Pessoa Jurídica. Independentemente da constituição da empresa, caso você atue como autônomo, você deverá realizar o registro no Cartório de Registros de Pessoas Jurídicas e, além disso, ter CNPJ Médico (caso seja Médico);
  4. Registre a Empresa na Receita Federal. Saiba que para que possa obter o CNPJ e a Inscrição Estadual, você necessitará do Documento Básico de Entrada (DBE), obtido através do site da Receita Federal. Assim, a Inscrição Estadual será liberada juntamente com o CNPJ;
  5. Realize o Registro na Prefeitura.Para obtenção do Alvará Municipal de Funcionamento e o Sanitário, que é fundamental para a atividade médica, no caso, você precisará do registro da empresa na Prefeitura;
  6. Obtenha o Certificado Digital. Após essas etapas, você deverá obter esse certificado para otimizar a emissão das suas notas fiscais e entrega das obrigações fiscais também.

Após todos esses passos, você poderá pensar: há muito o que ser feito. Isso poderá atrapalhar meu foco no meu Core Business (atividade-fim) e comprometer a minha produtividade. Ademais, isso prejudicará a consolidação da minha empresa.

Se você pensou isso, você “acertou na mosca!”

No entanto, peço que tenha calma!

Afinal, se você deseja ter acesso às informações fidedignas que lhe permitirão uma tomada de decisão assertiva, de forma rápida, prática, em apenas 1 clique, sem desperdiçar o seu precioso tempo com questões burocráticas ou secundárias, clique aqui e descubra agora como transformar seus sonhos em realidade!

Gostou do nosso artigo?

Deixe um comentário logo abaixo!

Assine a nossa newsletter, aproveite e siga-nos nas redes sociais!

Escolha uma contabilidade movida por facilidades. Conheça a Agilize


Contabilidade completa – Cuidamos de todas as suas obrigações contábeis
Atendimento excelente – Telefone, chat ou e-mail
Tudo pela internet – Emita notas fiscais e acompanhe tudo no nosso aplicativo financeiro gratuito

Quero receber uma proposta

Leia também:

Marcos André

Marcos André

Contador e Product Owner na Agilize Contabilidade Online. Acredito nas pessoas como principais agentes de transformação para melhoria contínua de processos. O mundo exige constante inovação, e eu adoro me desafiar todos os dias!

Faça um Comentário

Você pode trocar de contabilidade quando quiser. Não é necessário finalizar o ano fiscal, e não tem nenhum custo.

Tem alguma dúvida sobre por que você deve contratar a Agilize? Fale com um dos nossos contadores experts:

Ligamos para você

Entraremos em contato em até 30 minutos, e você não estará assumindo nenhum compromisso com a Agilize.
(de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h)

Você considera contratar uma contabilidade online?

4 coisas que você deve considerar ao contratar uma contabilidade online:

Os preços cobrados pela contabilidade online

Você deve se proteger de empresas que não são transparentes nos preços cobrados. Na Agilize, você fica ciente de absolutamente tudo que será cobrado, sem pegadinhas, com planos a partir de R$ 99. E não cobramos a 13ª mensalidade dos nossos clientes.

Os serviços prestados pela contabilidade online

Fique atento(a) aos serviços prestados para que você não tenha surpresas no futuro. A Agilize é uma contabilidade completa, que atende empresas de prestação de serviços de qualquer lugar do Brasil.

O aplicativo financeiro e contábil

Oferecer um aplicativo de gestão financeira e contábil completo e que funcione corretamente é fundamental para que você possa focar no crescimento do seu negócio. A Agilize oferece um sistema completo, que funciona em computadores, celulares e tablets.

O atendimento é feito por contadores experts

É importante que você saiba quem está cuidando da sua empresa, e também que tenha acesso a essas pessoas. Na Agilize, você conta com um time de contadores experts acessíveis desde a contratação, sempre que precisar.