Programa de indicação: por que você deve fazer?

programa-de-indicacao

Em um mundo onde a concorrência no mercado está cada vez mais acirrada, empresas buscam constantemente estratégias inovadoras para se destacar. E uma dessas estratégias é o programa de indicação. 

Mas por que um programa de indicação é tão importante para o seu negócio?

Neste artigo, vamos mostrar como você pode usar o programa de indicação na estratégia da sua empresa!

  1. O que é um programa de indicação?
  2. Como funciona um programa de indicação?
  3. Vantagens de um programa de indicação
  4. Como criar um programa de indicação?
  5. A importância de analisar os resultados para acertar cada vez mais
  6. 7 dicas para seu programa de indicação
  7. Exemplos de programa de indicação

O que é um programa de indicação?

Um programa de indicação é uma estratégia de marketing onde os clientes atuais de uma empresa são incentivados a recomendar produtos ou serviços dessa empresa a outras pessoas, geralmente amigos ou familiares. 

Em troca de suas indicações, esses clientes recebem algum tipo de recompensa ou benefício, que pode variar desde descontos em produtos ou serviços até recompensas em dinheiro, produtos gratuitos, ou pontos em um programa de fidelidade.

A essência de um programa de indicação é transformar clientes satisfeitos em embaixadores informais da marca

Estes programas são eficazes porque se baseiam em uma das formas mais antigas e confiáveis de promoção: o boca a boca. 

Assim, quando um cliente recomenda um produto ou serviço que ele gosta a alguém que confia em sua opinião, essa recomendação carrega um peso significativo.

Antes de continuar, já se cadastra na nossa newsletter e receba conteúdos atualizados do mercado empreendedor. Inscreva-se gratuitamente!

Como funciona um programa de indicação?

Um programa de indicação funciona seguindo um processo relativamente simples, mas altamente eficaz, que se baseia na confiança e no relacionamento entre clientes e suas redes de contato.

Inscrição e informação

Primeiramente, a empresa informa seus clientes sobre o programa de indicação. Isso pode ser feito através de métodos tradicionais, como panfletos, correspondências postais, ou até mesmo verbalmente durante interações diretas com o cliente.

Recomendação boca a boca

O cliente, então, recomenda os produtos ou serviços da empresa a amigos, familiares ou conhecidos. Essa recomendação pode ser feita pessoalmente, por telefone, ou até mesmo por cartas.

Identificação da indicação

Quando os novos clientes se aproximam da empresa, eles mencionam que foram referidos por um cliente existente. Isso pode ser feito no momento do registro ou da compra.

Assim, a empresa pode ter um sistema para anotar o nome do cliente que fez a indicação.

Validação da indicação

A empresa verifica a indicação, assegurando-se de que o novo cliente realmente foi referido pelo cliente existente e que cumpriu os critérios necessários (como fazer uma compra ou contratar um serviço).

Recompensa ao cliente que indicou

Após a confirmação, a empresa recompensa o cliente que fez a indicação. Essa recompensa pode variar: desde benefícios diretos como descontos ou produtos gratuitos até benefícios indiretos como pontos em um programa de fidelidade ou acesso a eventos exclusivos.

Registro e acompanhamento

A empresa mantém um registro das indicações e monitora o sucesso do programa. Isso pode incluir verificar quantas indicações resultaram em novos clientes e o impacto geral no negócio.

Vantagens de um programa de indicação

Os programas de indicação são ferramentas de marketing poderosas, proporcionando benefícios significativos tanto para empresas quanto para clientes. 

Eles utilizam a confiança e o entusiasmo dos clientes existentes para atrair novos, criando um ciclo virtuoso de crescimento e fidelização. Esses programas são especialmente valiosos por seu custo-benefício e capacidade de gerar autenticidade e confiança na marca.

Assim, algumas das principais vantagens são:

  • Crescimento econômico: baixo custo com alto retorno sobre o investimento;
  • Expansão da base de clientes: atração de novos clientes através de recomendações confiáveis;
  • Fidelização de clientes: incentivos aumentam a lealdade e satisfação dos clientes existentes;
  • Marketing autêntico: promoções baseadas em experiências reais de clientes;
  • Alcance ampliado: acesso a novos mercados e segmentos através das redes de clientes;
  • Redução de custos em marketing: menos gastos com publicidade e promoções diretas;
  • Feedback valioso: insights sobre preferências e comportamentos dos clientes;
  • Vantagem competitiva: diferenciação no mercado.
programa-de-indicaca-agilize

Como criar um programa de indicação?

Criar um programa de indicação eficaz envolve várias etapas estratégicas para garantir que ele seja atraente, fácil de usar e benéfico tanto para a empresa quanto para os clientes. Aqui estão os passos essenciais para criar um programa de indicação:

Definir objetivos claros

Antes de mais nada, é importante definir o que você deseja alcançar com o programa de indicação. Isso pode incluir aumentar a base de clientes, melhorar a retenção de clientes, ou impulsionar vendas específicas.

Conhecer o público-alvo

Entender quem são seus clientes e o que os motiva é crucial. Isso ajudará a criar um programa que realmente ressoe e incentive a participação deles.

Escolher as recompensas apropriadas

As recompensas devem ser atraentes o suficiente para motivar os clientes a participar. Isso pode variar de descontos e créditos a produtos exclusivos ou benefícios especiais.

Tornar o processo simples e claro

O processo de indicação deve ser o mais simples e direto possível. Isso inclui desde a inscrição no programa até o processo de indicação e recebimento das recompensas.

Promover o programa de forma eficiente

Utilize todos os canais de comunicação disponíveis – e-mail, redes sociais, website, e comunicação presencial – para informar os clientes sobre o programa e como participar.

Integrar o programa ao sistema externo e interno

O programa deve estar bem integrado aos sistemas de vendas e CRM da empresa para um rastreamento eficaz e gerenciamento das recompensas.

Monitorar e analisar os resultados

É importante acompanhar o desempenho do programa regularmente para avaliar sua eficácia e fazer ajustes conforme necessário.

A importância de analisar os resultados para acertar cada vez mais

Para analisar o seu programa de indicação, inicialmente, você não necessitará de ferramentas complexas.

Assim, saiba que você poderá definir objetivos, observar alguns indicadores, anotar, fazer em planilha, acompanhar e analisar os seus resultados de forma simples.

Além disso, poderá melhorar e potencializar os seus acertos também. Você não precisa ser um profissional do marketing para conseguir ser estratégico no negócio.

Portanto, confira 5 indicadores que lhe permitirão realizar essa análise:

Custo de aquisição de cliente (CAC)

Esse indicador representa tudo aquilo que você gasta para conquistar novos clientes para o seu negócio em um mesmo período.

Para descobrir o CAC, você deverá dividir o total investido no setor de marketing e vendas do seu empreendimento pelo total de clientes conquistados com essa ação.

Por exemplo: em maio, o seu investimento totalizou R$1.000,00 na divulgação da sua marca e conseguiu conquistar mais 10 clientes para a sua base.

Ao dividir R$1.000,00 por 10, você terá um CAC equivalente a R$100,00.

Portanto, se o preço do seu produto e/ou serviço é R$200,00, isso significa que, ao comparar com o CAC (R$200,00 – R$100,00 = R$100,00), você não sofrerá prejuízo.

Lifetime Value (LTV)

Conhecido como valor no ciclo de vida, esse índice é muito interessante, pois se refere ao valor total que o novo cliente pagará pelo produto e/ou serviço enquanto mantiver um relacionamento com a sua empresa. 

Ou seja, os seus novos clientes que entraram no mês lhe renderam cada um R$100,00, mas imagine que um deles, após 12 meses, deixe de adquirir os produtos e/ou serviços do seu negócio.

Logo, esse valor referente ao ciclo de vida corresponderá à multiplicação de 12 meses por R$100,00.

Dessa forma, o resultado será R$1.200,00.

E isso é bem maior que o CAC, certo?

Esse índice revela se o investimento para aquisição do cliente, realmente, valeu a pena.

Taxa de indicadores

Essa taxa especificamente permite que você descubra quais foram as vendas desses novos clientes que  chegaram por conta do programa de indicação.

Para calculá-la, você deverá dividir o número de vendas por indicação pelo total de vendas e depois multiplicar por 100.

Quanto maior o percentual, isso significa que o programa de indicação é significativo para o seu empreendimento.

Indicações per capita

Com essa informação, você poderá medir a quantidade de clientes indicados que os seus clientes indicadores poderão gerar.

Para descobri-la, você deverá dividir o número de indicações pelo total de clientes que indicam o seu negócio.

Indicações totais

Representa todas as vendas geradas pelo programa de indicação.

7 dicas para seu programa de indicação

E para tornar o processo ainda mais simples, confira aqui 7 dicas para fazer do seu programa de indicação um sucesso!

  1. Simplifique o processo de indicação: torne o processo de indicação o mais fácil e intuitivo possível. Evite procedimentos complicados ou longos formulários, que podem desencorajar os clientes de participar;
  2. Escolha recompensas atraentes: as recompensas devem ser valiosas o suficiente para motivar seus clientes a participarem. Considere o que é mais relevante e desejável para seu público-alvo, seja descontos, produtos gratuitos, serviços exclusivos ou reconhecimento público;
  3. Promova o programa de forma efetiva: use todos os canais de comunicação disponíveis – e-mail, redes sociais, seu website, e até marketing offline – para divulgar seu programa de indicação. Assim, garanta que seus clientes estejam cientes do programa e de como ele funciona;
  4. Ofereça recompensas bilaterais: recompensas tanto para quem indica quanto para quem é indicado podem aumentar significativamente a eficácia do programa. Isso incentiva tanto os clientes existentes quanto os novos a participarem;
  5. Mantenha comunicação constante: informe os participantes sobre o status de suas indicações e recompensas. Comunicação regular ajuda a manter o programa em mente e reforça a sensação de apreciação;
  6. Monitore e ajuste o programa: acompanhe o desempenho do programa e esteja pronto para fazer ajustes. Analise o que está funcionando e o que pode ser melhorado, com base no feedback dos clientes e nos dados de desempenho;
  7. Fomente uma cultura de indicação: incorpore o programa de indicação na cultura da sua empresa. Incentive os funcionários a promoverem o programa e a compreenderem a sua importância, para que possam transmitir essa mensagem aos clientes de forma eficaz.

Exemplos de programa de indicação

Quer ver um super exemplo de programa de indicação? Veja o da Agilize!

O programa de indicação da Agilize oferece um benefício significativo para novos clientes referenciados.

Ao ser indicado por um amigo já cliente da Agilize, o novo cliente recebe um desconto de 50% nas quatro primeiras mensalidades do serviço. 

Contudo, é importante notar que essa condição de desconto não é válida para Microempreendedores Individuais (MEI). 

Conheça a Agilize

E então, o que falta para iniciar o seu programa de indicação?

Sabia que a Agilize pode te ajudar nesta e em outras estratégias? Somos uma empresa inovadora, com mais de 10 anos atuando na contabilidade online e levando resultados e conformidade para empresas ao redor do país.

Te convido a solicitar o nosso contato para receber uma proposta personalizada para a realidade do seu negócio. Você receberá tudo bem explicadinho, com prazos, valores, benefícios incluídos e tudo mais. 

Além do mais, o nosso time de atendimento é treinado e motivado a ajudar. Fazemos questão de ter um papo diferenciado, com muita prestatividade para atender você da maneira que você merece.

Solicite uma proposta, sem compromisso, logo abaixo!

Veja outros conteúdos selecionados para você!

  1. Saiba o que é ROI e como calcular esse indicador
  2. Cross Selling e Up Selling: como usar essas estratégias para aumentar seu faturamento?
  3. Principais vantagens de empreender no digital