Minha empresa pode ser Simples Nacional?

quem pode ser simples nacional em 2021
Como já vimos as vantagens de ser optante pelo simples nacional, agora confira esse conteúdo para descobrir como uma empresa pode ser Simples Nacional!
O Simples Nacional é um regime tributário simplificado que agrega a arrecadação dos impostos brasileiros em uma única guia de pagamento. Isso faz com que muita gente queira saber como pode ser Simples Nacional.
Para se tornar Simples Nacional a empresa deve formalizar a escolha desse regime tributário no momento da abertura da empresa ou até o último dia útil de janeiro de cada ano.
A depender da atividade e do faturamento da sua empresa, optar pelo Simples Nacional pode ter muitas vantagens, entretanto, não são todas as empresas que podem optar por essa forma de tributação, então fique ligado!

Qual empresa pode ser Simples Nacional, afinal?

  • Podem ser Simples Nacional aquelas definidas como microempresa, de pequeno porte ou o microempreendedor individual (MEI).

Quais o limites de receita anual para essas empresas poderem ser Simples Nacional?

  • Microempresa: até R$ 360.000,00
  • Empresa de pequeno porte: até  R$ 3.600.000,00
  • MEI: até R$ 60.000,00

Quem não pode ser Simples Nacional?

Veja aqui os CNAES impeditivos ao Simples Nacional, ou seja, quem NÃO PODE ser Simples Nacional.
Portanto, todos os outros CNAES que não estejam nessa lista são do grupo que pode ser simples nacional.

Não pode ser Simples Nacional: em relação ao quadro de sócios

  • Pelo menos um dos sócios tem participação de mais de 10% em uma empresa não optante pelo Simples e a soma dos faturamentos de todas suas empresas ultrapassa R$3,6 milhões;
  • Um dos sócios tem mais de uma empresa optante pelo Simples e a soma dos faturamentos de todas suas empresas ultrapassa R$3,6 milhões;
  • Um dos sócios é uma pessoa jurídica;
  • Tem sócio estrangeiro não domiciliado no Brasil;

Outras restrições de quem não pode ser Simples Nacional:

  • Caso a empresa possua débitos com o INSS ou as demais Fazendas Públicas Federal, Estadual ou Municipal;
  • Caso a empresa seja filial de uma pessoa jurídica com sede no exterior;

A exclusão do Simples pode ocorrer por escolha ou por obrigatoriedade.
Por escolha, quando a empresa não desejar mais ser optante pelo Simples Nacional.
Por obrigatoriedade quando a empresa ultrapassar o limite de receita bruta ou quando ela estiver com pendências no pagamento do DAS e no envio das declarações obrigatórias.
E agora, já sabe se a sua empresa pode ser simples nacional? Esperamos que sim!